quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Hoje, no Instagram.

Ver essa foto no Instagram
Uma publicação compartilhada por Cilla Carvalho @ Sketchblock (@cilla.sketchblock) em

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Hoje, no Instagram.

Hoje, no Instagram.

Ver essa foto no Instagram
Uma publicação compartilhada por Cilla Carvalho @ Sketchblock (@cilla.sketchblock) em

sábado, 1 de outubro de 2016

Hoje, no Instagram.


via Instagram http://ift.tt/2deJGMp, Nem só de sketchbooks viverá a pessoa que pretende participar do #inktober. Eu bem que tentei escolher o mínimo possível mas... Não deu!!! #sketchblock #sketchbook #inktober2016 #nanquim

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Será que eu mereço?

05 dias do mês já se passaram e eu ainda não consegui "quebrar" o sketchbook novo... Ai, ai, ai... Essas brancuras assustadoras. Como eu estou separando um material para estudo mais intenso até o final do ano, acabei entrando em crise semelhante ao escolher um caderno muito bonito que está na estante esperando ser escolhido há um bom tempo. O que me fez pensar: tu tens problemas? Claro! E depois: qual o problema de escolher o caderno bonito para os seus projetos?

Como a terapia internética não é completamente o foco por aqui, vamos para a versão simples: eu não acho que eu mereço o caderno bonito, eu não acho que eu mereço o sketchbook bonito... Mesmo tendo escolhido, comprado, pagado -- e nesse caso, feito -- parece que é meio demais pra mim... Que nesse estado de desenvolvimento, eu deveria mais é estar desenhando em muitas folhas de sulfite de impressão e quando eu estivesse mesmo "produzindo", aí eu mereceria essa versão mais "profi" de produção.

Sim, doido!

Mas eu já descobri que a vida e a produção de "Criativos Marginais" (esses que vivem na margem da produção criativa, não criminosos criativos) é realmente repleta de uma série de "mimimis" que não competem ao meio, e que poderiam muito bem ser resolvidas com a internalização das palavras de ordem da NIKE:
JUST DO IT.

Então... Põe esse lápis no papel e risca!!!

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Setembro chegou!

Começando o mês, com um skethcbook novo (artesanal, feito por essas mãozitas) especialmente para o mês. Enquanto eu vou praticando a confecção de algumas coisas para minha lojinha da Elo7, a minha principal cliente continua sendo eu.

Resolvi parar de bater a cabeça na parede e testar algumas "suposições" que eu já tenho há algum tempo: que eu produzo mais e melhor em sketchbooks que eu mesma faço. Que eu faço coisas mais interessantes e caprichadas quando o papel é melhor -- nesse são 30 folhas A5 de Canson 220 g/m² (C'grain), uma para cada dia do mês -- e eu posso experimentar com quase qualquer material (se eu me animar, vou fazer um específico com papel de aquarela). A última suposição a ser testada é que eu me dou melhor com espiral superiores, que deixam mais espaço livre na folha. E dessa vez eu resolvi ser "ultimate" no conceito -- encadernei apenas com duas argolas, fazendo apenas dois furos discretos na folhas -- dessa forma, se eu quiser depois dá para reaproveitar a capa, retirar os desenhos para escanear ou mesmo completar com mais folhas ao longo do tempo -- no final de Setembro batemos o martelo sobre o que deu a experiência.

domingo, 21 de agosto de 2016

Tortinho, na cara larga...

Rabisquei um rosto um pouco mais largo do que deveria (a esquerda). Ao terminar, percebi que tinha algo meio torto... Eu ainda me pergunto porque a gente só vê essas coisas depois que termina? Coloquei no Photoshop para ter certeza e ajustei (a direita)  -- só pra ver se eu não estava variando mesmo, não queria fazer uma correção perfeita... E não é que estava bem tortinho mesmo? Pouca coisa, mas faz uma diferença tremenda no resultado (tudo na vida é assim mesmo, não é?). Acho que é o que acontece quando você "pega em armas" sem muita frequência.