Mostrando postagens com marcador Aquarela. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Aquarela. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 1 de abril de 2016

BEDA - Blog Everyday Abril 2016

-- Ô Koh-I-noor, sua aquarela em pastilha nao é melhor do que da Faber... -- Ô Priscilla, que tal não testar em sulfite vagabundo? -- Ahhh,'fica pra próxima!
Entrando aos 45 do segundo tempo pra dizer que vai ter BEDA (Blog Everyday Abril) por aqui -- só para compensar a falta  de postagens recentes...

Esse rascunhinho fajuto aí é resultado da compra de uma aquarela básica que eu comprei (da Koh-I-Noor), estilo a básica da Faber-Castell, para ficar fazendo rascunhos.

Por conta dela, eu já descobri algumas coisas:

1. A aquarela da Koh-I-Noor não é muito diferente da da Faber-Castell... Nem em preço, nem em qualidade.

2. Os Sketchbooks básicos da Hahnemulle não aguentam aquarela, apesar da folha grossa... O sketchbook mais básico da Canson (o Art Book One), apesar da folha mais fina, aguentam lindamente.

3. Com aquarela, ajuda ter ideia do que você vai fazer, antes de começar.

domingo, 26 de abril de 2015

Aquarela Malucona

Aqui em casa, toda vez que a gente ensina algo para a Lívia a gente diz que é "malucão" - o cachorro é malucão, a Galinha Pintadinha é malucona e ela quando apronta algo completamente doido está maluquecida... Mas tudo bem, que a Lívia tem 15 meses e é mesmo maluquecida na maior parte dos dias... Mas essa aquarela aí em cima é quase um trabalho de Lívia -- foi rabiscada no sketchbook na fase em que eu estava revoltada com a mulher das aquarelas feias (e ainda gosto mais do meu teste maluquecido do que as sérias dela), somente para testar uma aquarela que eu comprei na Daiso há algum tempo.



Eu só usei 3 cores (amarelo, vermelho e azul -- o amarelo acabou ficando verde porque eu estava com preguiça de montar a quantidade de potes de água necessária para a mistura, então as cores acabaram involuntariamente se misturando/sujando) e fiz apenas umas aguadas no sketchbook... Esperei secar e tentei tirar algum desenho dali, como a gente faz com padrões abstratos de azulejos e tijolos... E deu nisso.

Ok, não é nenhuma obra de arte -- talvez arte naquele sentido materno de "Que arte você aprontou, menina?" -- mas fez eu ter ficado com remorso de ter comprado só uma caixinha de aquarela. As cores são fortes, misturam bem e... E como na Daiso Japan tudo custa R$ 6,90, ainda eram 12 cores com pincel por essa bagatela.

Achados (e perdidos)! É assim que a gente costuma chamar essas situações.