Mostrando postagens com marcador Dicas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dicas. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Novo Sketchbook Tilibra Academie

Modelo Antigo do Tilibra Academie
Preço médio: R$ 35,00.
Os rabiscos em si podem não sair mas, para o bem ou para o mal, os cadernos que pretendem carregá-los não param de entrar... Como a atual circunstância não permite a entrada de modelos caros, eu não posso deixar de testar quando modelos mais em conta entram no nosso tão escasso mercado nacional.

O modelo que você vê no início da postagem é exemplo de uma das opções nacionais, produzidas por uma grande marca já há alguns anos (Tilibra). Ele conta com 70 páginas de gramatura média e leve textura, em uma cor off-white (levemente creme). Como eu sou meio viciada em colecionar cadernos do tipo, tenho alguns em branco das duas opções - a menor (mais próxima do formato A4) e a maior (mais próxima do formato A3). Mas ser uma das primeiras entusiastas (ou como eles diriam no marketing, "early adopter") tem o seu custo -- grande parte do meu estoque não tem folhas "acid free", ou seja, não está preparado para o teste do tempo: irão amarelar. Já as versões mais recentes contam pelo menos com o selo de "acid free".

Como eu já comentei por aqui algumas vezes, eu não me dei 100% bem com esse sketchbook -- apesar da gramatura e textura da folha, eu encontrei mais dificuldade em criar destaques e sombras do que eu previa. Além disso, nenhuma das imagens scaneadas ficou muito como eu gostaria. Tirando esses detalhes, é um sketchbook de respeito: bom tamanho, bom acabamento e um preço condizente.

E o que podemos encontrar no novo modelo?

 

Mesmo com todas as qualidades do modelo original, eu não pude deixar de ficar MUITO curiosa com o lançamento do novo modelo. O primeiro fator, é claro, foi o preço -- que está na média de R$ 18,00, por um caderno tamanho A4, com 50 folhas (essa informação pode variar, e muito, dependendo do site que você acesse). Outra curiosidade foi em relação ao formato. Todos os sites que eu encontrei informam que é um caderno espiralado em cima mas... Será que as pessoas estão há tanto tempo no computador que elas tem dificuldade de perceber que se você não gostar nesse formato basta simplesmente... Virar o caderno???

Eu sei que, como você pode ver nas fotos, a arte dá a entender que o caderno deve ser utilizado na horizontal (ou estilo paisagem) mas... Vamos dar algum crédito aos consumidores não é?

Por dentro no entanto, nada de muito especial -- apesar de ser um sketchbook com papel de uma boa gramatura (150 g/m²), o papel é um offset comum, de alta alvura (branco, branco, branco). Não é acid free (vai amarelar com o tempo) e não suporta nenhuma técnica úmida (talvez apenas um nanquim leve se você tiver cuidado). Mas é o que uma média de R$ 18,00 garante por aqui... Mas se você quiser economizar e não fizer questão de uma encadernação espiral, você consegue comprar o mesmo tipo de folha (sulfite 150 g/m²) em blocos de 20 folhas na Papelaria Universitária, por exemplo.

Se vale a pena somente você poderá dizer. Mas existem algumas coisas que você pode levar em conta na hora de se decidir se esse é o sketchbook para você:

1. Esse vai ser um sketchbook para praticar ou para guardar e mostrar para os netos? Caso a segunda opção seja a sua opção, esse aqui pode lhe deixar na mão com o tempo.

2. Que materiais você irá usar? Lápis, hidrográficas, ok. Se você pretende utilizar aquarelas, aguadas de qualquer outra natureza (nanquim, acrílica) esse pode não ser o melhor companheiro para o seu trabalho.

3. Cabe dentro do seu bolso? No final das contas, esse é o fator crucial. Se você vem desenhando em folhas de papel de impressão (daqueles pacotões de 500 folhas ou 100), sem dúvida esse é upgrade -- a folha será melhor, o trabalho estará melhor organizado e você terá como acompanhar a sua evolução. Se você já vem desenhando em folhas próprias para desenho, mesmo que nos blocos estudantis, e está feliz com o resultado -- ou mesmo se você pretende experimentar técnicas diferentes a cada página, essa pode não ser a melhor opção para você. Melhor economizar seu rico dinheirinho em opções mais profissionais.

 Se você quiser mais detalhes técnicos, aqui você encontra a contracapa e ficha técnica do caderno.

Você pode encontrar o seu aqui:
 


domingo, 15 de setembro de 2013

Links para o Domingo

Um pouco de "choque de realidade" sempre faz bem quando você está tentando melhorar -- eu tento manter os meus choques altos e constantes, para evitar cair no erro de achar que eu já cheguei em algum lugar confortável. Os vídeos a seguir, colhidos na última semana no YouTube, são exemplos do quanto ainda existe de feijão com arroz para ser devorado no caminho que está pela frente.

Heather Rooney
https://www.facebook.com/ArtistHeatherRooney
Toda informação que consegui dessa artista é que ela tem 20 anos (o que torna a coisa toda ainda mais traumática). Ela não responde nenhuma pergunta em suas postagens no Facebook ou no YouTube; o que eu achei meio rude, especialmente porque ela não menciona em nenhum lugar o tempo gasto ou o papel utilizado, mas o realismo de suas pinturas a lápis de cor são de cair o queixo.



Marcello Barenghi
http://www.marcellobarenghi.com/
Marcello é um ilustrador e designer gráfico italiano (diretamente de Milão). Nos vídeos do YouTube ele trabalha técnicas bem realistas com marcadores e lápis de cor, e também deixa as pessoas babando.

domingo, 14 de julho de 2013

Links para o Domingo

Quando eu crescer eu quero ser como...
Andrew Loomis -- Nem só de inspirações vivas vive esse blog. Andrew Loomis morreu há 54 anos e mesmo assim suas ilustrações e livros de desenho continuam sem comparação.
pagina_148
Copyright Andrew Loomis
Antigamente você tinha que se contentar com as versões em PDF que circulavam pela internet, mas há cerca de um ano atrás a editora Titan Books começou a imprimir cópias Fac-Simile (bem próximas do original) por preços bem acessíveis...

pagina_060pagina_076pagina_080
O principal deles, o "Figure Drawing for All it's Worth", eu comprei assm que saiu - e valeu muito a pena. É muito diferente ver o livro em PDF e tê-lo em mãos.

My new old "Figure Drawing for all it's worth"

Atualmente está difícil encontrar as versões em PDF online por questões de copyright mas... Com sorte ainda é possível encontrar cópias desse e dos demais livros.

Drawing Books
E falando sobre copyright, no DrawingBooks.org você encontra uma série de livros de desenho em domínio público -- é só baixar e aproveitar.


domingo, 16 de junho de 2013

Links para o Domingo

Quando eu crescer eu quero ser como...
Tommy Kane - na legenda da foto você encontra o link para o blog dele. Eu adoro o que ele faz com nanquim e aquarela. No blog dele você irá encontrar uma série de desenhos do gênero que ele está fazendo para um calendário... Um mais legal que o outro.

http://tommykane.blogspot.com.br/

Vídeo - Como desenhar a cabeça de qualquer ângulo...

Esse vídeo faz parte de uma série bem simpática do YouTube. Vale a pena assistir.

domingo, 2 de junho de 2013

Links para o Domingo

Quando eu crescer eu quero ser como...
Esse cara (Shiko)! Abaixo da imagem vai o link para a galeria dele do Flickr -- mas se você quiser, também pode procurá-lo no facebook. Brasileiro, tem um ótimo trabalho com Grafite, além de umas ilustrações de acabar com a esperança de qualquer projeto de desenhador -- mas é ótimo de ver.

urussaifinal
http://www.flickr.com/photos/derbyblue/

domingo, 26 de maio de 2013

Links para o Domingo


Make bad art.
http://tumblr.austinkleon.com/post/51070671589
Austin Kleon, um dos meus favoritos escritores que desenha (se você acha que essa categoria não existe, lembre sempre de Luis Fernando Veríssimo e suas Cobras) fala um pouco sobre a recomendação de Neil Gaiman (Make Good Art) e a importância de fazer uma arte não tão boa assim também.

---

Quando eu crescer eu quero ser como...
Esse cara (The Searcher)! Na legenda da imagem vai o link para a galeria dele do Flickr -- que vale muito uma visita.

Airlock Discipline
http://www.flickr.com/photos/bar-art/