Mostrando postagens com marcador Ilustração. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ilustração. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

O Gosto dos Outros


Posso oficialmente dizer que... TERMINEI. Tanto o Inktober, que acabou sendo feito em 2 meses (virou "Binktober", hehe... Me dá mais uma piada de pavê, por favor), quanto de rever a diagramação das postagens desse blog, desde o seu início nos idos de Setembro de 2002 até hoje. 

Tudo por conta do IFTTT, que durante anos fez esse meio de campo entre o meu Instagram e o Blogger, postando tudo -- ou quase tudo -- que eu postava por lá por aqui; só que. Depois de algum tempo eu percebi que todas as imagens postadas a partir do Instagram haviam sumido... E mesmo não sendo grande coisa, de que adianta um blog sobre sketchs que não tem imagens??

Então tive que entrar em mais de 03 anos de postagens para atualizar as imagens, o que demorou um pouco pelo desânimo que causou durante o processo. Hoje eu resolvi facilitar e, apesar de saber dos riscos de depender de outra ferramenta, resolvi incorporar as postagens do Instagram diretamente dele. Algo que acabou sendo bem mais rápido do que localizar imagens, baixar imagens, fazer upload novamente, adaptar o texto para o Blogger como eu vinha fazendo. Como já estava com a mão na massa, aproveitei para consertar a diagramação de todos os posts em que o texto estava correndo ao lado das imagens de forma irregular. Minha compulsividade de por alinhamento está satisfeita!

Mas agora vamos falar de coisa boa...

Repassando os trabalhos desse Inktober, e meu Instagram todo por conta dessa trabalheira, estava pensando em uma coisa recorrente: como aquilo que você mais gosta normalmente não se reverte naquilo que as pessoas em geral mais gostam. A ilustra que está nesse post, por exemplo, foi uma das minhas prediletas de todo processo -- mas nem arranhou a superfície do "bem querer" alheio em toda seleção. 

É claro que os outros só conseguem ver o resultado final -- enquanto a gente se alegra por várias etapas do processo que consegue melhorar em relação as tentativas anteriores -- mas mesmo assim é "curioso" tentar navegar nesses mares.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Três YouTubers Nacionais para Desenhistas e Ilustradores - BEDA #7

Ando em uma febre de YouTube -- YouTubers que falam sobre livros, maquiagem, desenho, ilustração, filmes e tudo o mais que você conseguir imaginar. Entre eles selecionei três canais nacionais que gosto bastante -- embora tenha algumas ressalvas sobre eles (mas que no momento vou guardar para mim para que você possa tirar suas próprias conclusões).

São eles:

Mariana Cagnin
https://www.youtube.com/user/justmaryy17


Cras Conversa Oficial
https://www.youtube.com/user/CrasConversaOficial


Ricardo Lira
https://www.youtube.com/channel/UCSuTtrBA3WRJ9P6znGJByXg

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Como Estruturar Referências para Estudo - BEDA #6

A postagem de hoje vai ser um pouco preta e branca -- então eu espero que você não desanime, porque ainda assim vai valer a pena. No BEDA #5 eu falei um pouco sobre o impacto da falta de foco: não saber o que estudar, e por conta disso não estudar nada. Então eu lembrei dos meus PDFs do FAC (Famous Artists Course) -- esse foi um curso por correspondência de desenho muito famoso nos EUA, que contava com artistas de peso entre os professores que elaboraram a apostila (entre eles, por exemplo, Norman Rockwell). Os PDFs das apostilas escaneadas costumam circular pela Internet de forma pirata compartilhada de tempos em tempos, e o esforço para baixá-las vale muito a pena (especialmente se você domina o inglês).

Uma nota: Como profissional de ensino a distância eu sei que o termo "curso por correspondência" costuma carregar uma carga negativa aqui no Brasil -- muito pela falta de formação do estudante brasileiro em aprender por conta própria, e de alguns conteúdos de baixa qualidade vendidos -- mas a situação é bem diferente quando falamos de EUA e Europa, onde essa foi uma maneira de aprendizagem séria por mais de um século. Quem leu "O Diário de Anne Frank", por exemplo, sabe que ela aprendeu línguas por correspondência durante a guerra escondida num sótão... Então acredite que você pode -- em situações muito mais confortáveis (e ainda hoje com o benefício da Internet) -- fazer o mesmo.

Agora voltando ao FAC -- já na apostila inicial de introdução, ele oferece um "gráfico para fazer um arquivo" de referências, citando vários tópicos comuns ao dia a dia e todo o tipo de itens do qual você deveria fazer um arquivo de referência (com fotos, recortes etc.). O gráfico é esse a seguir.
Para pessoas como eu, que sofrem de TOC informático, isso é um deleite... Há tempos tenho um pastinha no Dropbox cheia de referências digitais para desenho... E tudo bagunçado. Ao lembrar disso, já sonhei com nomenclaturas para categorias e subcategorias, pastas e subpastas onde vou jogar meus arquivos de imagem e PDF etc., etc.

Mas pessoas normais como você podem se beneficiar de outra forma: Esse gráfico de referências é uma ótima forma de levantar temas para estudo... Eu mesma percebi que quando vou desenhar estou sempre muito focada em Figura Humana, e em apenas algumas determinadas categorias. Com essa lista fica mais fácil levantar referências para estudo, e mesmo marcar aquilo que você precisa estudar -- para mim, cenários de qualquer tipo e animais, por exemplo, seriam um ótimo desafio, já que essas áreas costumam ser incrivelmente negligenciadas. 

Por conta disso, eu até comecei a traduzir a lista acima pra montar um PDF semelhante, o mais fiel possível, para me orientar... Mas enquanto fazia isso, tive que parar: por mais que eu queira ser fiel a uma referência tão bacana, os tempos são outros (mais precisamente, quase 100 anos depois), então alguns itens precisam mesmo de atualização... Então esse freebie para os meus leitores vai ficar para outro dia -- mas ainda nesse BEDA.

 Quando eu cheguei no item "Natureza", ficou claro que era preciso detalhar um pouco mais... "Água", por exemplo, é um item muito amplo pra juntar "rios", "lagos", "praia", "cachoeiras" etc.

Se você ficou interessado no "FAC - Famous Artists Course", ele ainda existe em uma versão atualizada pela fundação que mantém os direitos do curso -- é possível adquirir os arquivos oficiais online na versão digital, ou comprar a versão impressa para se entregue em casa. Basta acessar: http://arthomestudy.com/