quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Por quê? Por que não?

Ainda não reestabeleci a página de "propósito" desse blog, mas só para adiantar a função é documentar o desenvolvimento desse ano. Porque eu gosto de desenhar, tenho feito uma coisa ou outra ao longo dos anos mas... O máximo de "propósito" estabelecido para cada ano sempre foi "bata a marca numérica do ano anterior" - e nem isso tem funcionado muito ultimamente. Outra motivo, é acreditar que estou num ponto em que posso me desenvolver de maneira "autodidata", com o material de apoio correto. Não porque eu entenda tanto de desenho mas, porque eu entendo o suficiente sobre o desenho de soluções de aprendizagem: traçar objetivos, definir tarefas, determinar métodos avaliativos etc., etc.; e sinceramente tirando um caso ou outro, essa sempre foi uma das minhas maiores decepções nas escolas de desenho que frequentei.

Colocar um monte de gente que nunca teve um bloqueio na vida, que sempre desenhou independente da época, do horário, da idade para dar aulas para pessoas como eu não funciona. Eu sei que "a prática leva a perfeição", mas uma pessoa que desenha como "profissão" desde os 16, 17 anos não está apta a lidar com alguém que muitas vezes quer saber como pegar o papel e começar. Por que aquilo, por mais que ela ame e queira melhorar, não é a sua vida profissional (talvez fosse mais sincero dizer "não trás dinheiro"), não é feito por reconhecimento, e muitas vezes é realizado em um momento que de outro jeito seria da família. E ás vezes, lidar com o "Por que estou fazendo isso mesmo?" é o mais paralisante da história.

O rabisco que ilustra esse post...
Eu já estava fazendo alguns estudos de retratos, pensando em anatomia mas... De tanto pensar no porquê resolvi fazer algum desses desenhos que a gente faz porquê dá vontade - Mesmo quando não acrescenta nada ao seu aprendizado e expõe algumas das suas principais falhas.

Rascunho 06
"Sim, eu tô pelada e e eu sou laranja... E aí, vai encarar?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário