sábado, 26 de janeiro de 2013

"Well, I'm your Venus..."

"Como uma deusa..."
Ainda nessa história de "referências" resolvi desenhar uma das minhas: fiz esse rabisco em cima de uma das fotos tiradas no Museu do Louvre, em Paris no ano passado (que chique, ai!). Algumas obras por lá são particularmente difíceis de fotografar - a Vênus de Milo de certo está no top 3, junto com a Monalisa e a estátua de "Cupido e Psiquê". O bom de você não ser um jornalista contratado para tirar a foto é que você não tem nenhum privilégio para fotografá-la então... Acaba com um ponto de vista bem diferente das fotos regulares... E sim, da onde eu estava a estátua parece gigante mesmo.

Nikonzona 366Como você pode ver, a semelhança não está lá essas coisas mas... Até que eu gostei do resultado - trabalhar com o lápis Colorase da Prismacolor (que teoricamente é "apagável") dá um efeito legal no sketchbook (que infelizmente não se percebe no scaner), como se você estivesse trabalhando com preto ao invés de grafite. Não quis trabalhar o background como o da foto (mostrando as paredes de mármore do Louvre) porque achei que iria ficar meio difícil de compreender/traduzir. E acho que acabei escolhendo as sombras do lado errado no fundo mas... Aprendizados.

Mas realmente há uma sensação legal de desenhar suas próprias referências; um significado maior. Parece que você está revivendo aquele momento. Especialmente porque a minha passagem por Paris foi tão rápida e a visita ao Louvre foi feita tão a toque de caixa que a melhor chance de realmente observar as coisas foi por meio das fotos. Nem cheguei a realizar o sonho de sentar em um canto, puxar um sketchbook e tentar desenhar alguma coisa - parte por vergonha, parte por medo de ser atropelada por alguma horda de turistas. É incrível a quantidade de gente e línguas que você escuta por lá... E também que sempre que alguém está falando particularmente alto: preste atenção, é português (e são brasileiros).

O rabisco que ilustra esse post...
Tenho uma grande curiosidade de saber como eram os braços dessa estátua. Ela é tão "maciça" que eu acho difícil ela ter sido uma estátua "graciosa". É claro que algo que nem a minha foto nem o desenho mostram é a incrível quantidade de detalhes musculares e estruturais presentes em uma estátua de mármore... Incrível.

Rascunho 09
"Desculpe aê, mas eu não posso lhe dar uma mãozinha"

Nenhum comentário:

Postar um comentário