quinta-feira, 28 de abril de 2016

25 Mil Dias... O que fazer com eles? - BEDA #28

Estava dando uma olhada em fotos antigas de sketchbooks e materiais de desenho. Tentando achar algum padrão nos tempos em que a produção foi mais intensa e... Nada. Padrão mesmo só existe nos momentos em que nada é feito: a "vida" toma conta e nada mais consegue ter o papel principal.
Dá um misto de tristeza e ansiedade -- tristeza pelo tempo perdido, ansiedade porque talvez o tempo que reste não seja suficiente para fazer qualquer coisa que realmente me agrade em relação a essa área da minha vida.
Acabei vendo uma campanha da Reebok sobre como temos apenas uma média de 25 mil dias de vida -- descontando situações surpresas, é claro -- se a gente não sabe o que fazer hoje ou amanhã, será que consegue ter uma ideia do que gostaria ter feito quando esses 25 mil dias se esgotarem??
A vida passa, sonhos e prioridades mudam mas... Fico me perguntando como eu vou encarar a preguiça que bate nesses dias daqui a 10, 20 ou 30 anos, por exemplo.

Um comentário: