terça-feira, 26 de março de 2013

João Henrique!

Hoje é uma marca muito especial nesse blog! Nem só de penúltimo trabalho do "Projeto Família" essa data especial vive. Na verdade, desde que eu comecei esse blog, por mais que ainda não tenha conseguido atingir a minha meta inicial de 25 minutos de desenho TODOS OS DIAS, eu coloquei alguns "marcos" no meio do caminho para ter certeza que a coisa estava andando. Um deles, foi o levantamento das produções anuais - quantos estudos eu coloquei as mãos em um ano.

Tenho valores aproximados dos últimos 20 anos. Não são valores absolutamente reais porque muita coisa de anos anteriores caiu no lixo antes de ser escaneado e publicado no meu Flickr - acessos de raiva misturados com rompantes de "vamos dar um jeito nessa bagunça" são os principais culpados disso mas... Mesmo assim, eu consegui fazer um "Top 20" dos últimos 20 anos.

Com o desenho do primão que aparece por aqui, esse ano acaba de passar para o Top 10 dos melhores anos, na décima posição - "O que, todo esse alarde por uma misera décima posição?" é o que você pode estar pensando... E pode até estar certo. Mas com essa marca eu já sei que esse ano não vai estar, pelo menos nesse aspecto da minha vida, na companhia dos mais tristes e improdutivos. E dados os baques que tenho tido em diversos outros aspectos da minha vida, isso já é notícia boa o suficiente.

Encontrando inspiração.

Uma das maiores recomendações que o professor do DTO dá, é ter uma referência que te inspire até onde você quer chegar - e eu acho que quando falo de retratos, uma grande inspiração é uma imagem como a que está a seguir - tem vida, personalidade (e uma capacidade técnica fora de série).
Desenho com Esferográficas, por Samuel Silva.
Roubado de: http://goo.gl/uDPw2
Adorei a descrição sobre esse trabalho no site de origem:
"Created either with just pencil or ballpoint pen, these incredible works of art show that it doesn’t matter what tools you use, it’s all about your God given talent and/or carefully honed skills."
Todo mundo que rabisca um pouco sempre se pergunta, em um ponto ou outro se é apenas uma questão de talento/dom ("a God given talent) ou prática (a "carefully honed skill"); mas pensando bem, não importa muito - se você coloca muito tempo em algo, aquilo passa a ter muito valor - e se for apenas um "dom" também não deveria ser tratado com o mesmo cuidado?

O rabisco que ilustra esse post...

Eu sinto que sacanei um pouco o João por aqui... Dado que ele é o meu primo mais velho (depois de mim), e que tinha mania de me morder extremamente dolorido quando eramos pequenos, vou dizer que estamos quites! rs.

Rascunho 27

Nenhum comentário:

Postar um comentário